Polícia prendeu 12 foragidos com auxílio do Reconhecimento Facial no São João

A tecnologia de reconhecimento facial nas festas de São João 2022 ajudou a polícia a prender 12 foragidos em quatro cidades da Bahia. O número foi divulgado durante a apresentação do balanço de segurança do festejo feito pela Secretaria de Segurança Pública do Estado (SSP-BA) na manhã de ontem, dia 27-06. Das prisões, oito aconteceram em Porto Seguro, duas em Salvador, uma em Itaberaba e outra em Jequié.

Os detidos pela polícia em Salvador eram procurados por roubo, enquanto os oito de Porto seguro tinham envolvimento com homicídios e tráfico de drogas. O suspeito de Jequié era procurado por homicídio e o de Itaberaba por furto. Comandante da Polícia Militar da Bahia (PM-BA), Paulo Coutinho falou sobre a importância da ferramenta na captura dos procurados.

“A tecnologia agrega valor no processo de busca por excelência na segurança pública, que é o nosso maior desejo no estado da Bahia. Depois de três anos de implementação, ela chega com muito sucesso às operações nos festejos juninos”, destacou. 

Essa foi a primeira vez que o reconhecimento facial foi usado nas festas juninas de Salvador e outras 11 cidades do estado. Outro destaque dado pelas autoridades de segurança foi a ausência de crimes letais contra a vida na realização das festas. Ao todo, 28 mil policiais e bombeiros foram envolvidos na operação de segurança do período junino.

Fonte: *Correio

Suspeito de chefiar grupo criminoso na Chapada Diamantina é preso em Mairi

Um homem apontado pela polícia como líder de um grupo criminoso em Várzea Grande, na Chapada Diamantina, foi preso durante uma operação montada pela Secretaria da Segurança Pública (SSP) durante os festejos juninos, entre os dias 16 e 24 de junho.

O órgão não detalhou a data em que a prisão ocorreu, mas disse que o homem foi identificado pelo sistema de reconhecimento facial na cidade de Mairi, no norte da Bahia. O mesmo sistema de segurança foi implantado nos circuitos das festas juninas em Salvador   e em outras 11 cidades do interior do estado.

No domingo (26), um suspeito de envolvimento em uma chacina em Cruz Amas foi preso, também identificado pela tecnologia durante os festejos.

De acordo com o superintendente de gestão integrada do órgão, André Barreto, todos eram procurados pela polícia e tinham ordem de prisão a ser cumpridas.

A secretaria informou que não registrou nenhum homicídio nos circuitos da festa de São João este ano. Somadas às prisões de suspeitos identificados pelo reconhecimento facial, o órgão registrou 24 prisões em flagrantes no período, em todo o estado.

Comentários Facebook
Compartilhe essa notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.