Geddel ganha liberdade condicional no caso do bunker de R$ 51 milhões

O ministro Edson Fachin, do STF, autorizou ontem, 08, que Geddel Vieira Lima (MDB), cumpra pena em liberdade condicional no caso do apartamento em que foram encontrados R$ 51 milhões em dinheiro vivo, o bunker da propina.
De acordo com o site O Antagonista, além da progressão de regime, o ministro do STF também liberou a dedução de 681 dias da sentença de 13 anos e quatro meses imposta no processo, que a defesa de Geddel havia pedido por sua participação em cursos de capacitação profissional e pela aprovação no Enem.
Geddel cumpre pena desde julho de 2017, quando foi decretada sua prisão provisória. Em setembro do ano passado, ele foi autorizado a migrar para o semiaberto; agora, na condicional, vai poder voltar para casa.
Nosso Brasil é bom demais, o que estraga são os corruptos e as leis que dão brechas a esses bandidos.

Comentários Facebook
Compartilhe essa notícia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *