Chuvas ajudam na redução de incêndios florestais no interior do estado

De acordo com os dados divulgados pela Sala de Situação de Monitoramento Ambiental do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) divulgados nesta sexta-feira (22), as fortes chuvas que caem no interior do estado têm colaborado de forma considerável no combate aos incêndios florestais. 

De acordo com órgão, os dados do satélite de referência Aqua – NASA demonstram que, nesta quinta-feira (21), não houve nenhum registro de foco de calor na Bahia. No início do mês os registros ultrapassaram 600 focos.  

De acordo com o Inema, desde quarta-feira (20) foram registrados volumes expressivos de chuva em vários pontos do território baiano. Segundo o meteorologista Aldírio Almeida, da Coordenação de Estudos de Clima e Projetos Especiais (COCEP), do Instituto, “em alguns municípios, os volumes acumulados entre quarta-feira e esta sexta-feira (23) já ultrapassam 80 mm, a exemplo de Salvador (120,0 mm em Cosme de Farias), América Dourada (84,2 mm), Lapão (83,2 mm) e Juazeiro (82,8 mm), onde cada milímetro corresponde a um litro de chuva por metro quadrado”, disse.

O meteorologista explicou que esta condição é favorável ocorrência de chuvas na maior parte do Estado  e deve se manter no decorrer deste sábado.  Já no domingo (24), os maiores volumes deverão ficar restritos ao oeste baiano.
 “Vale destacar que o mês de outubro marca o início climatológico do período chuvoso de grande parte do interior da Bahia, época em que as chuvas se tornam mais frequentes em algumas regiões, incluindo todo o centro-oeste e sudoeste baiano”, explicou.

De acordo com o governo, o município de Barra tem um foco de incêndio em monitoramento e outro em fase de rescaldo; duas aeronaves auxiliam na ação.

Comentários Facebook
Compartilhe essa notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.